Skip to content

Moda Brasileira – para onde vamos?

09/05/2011

Consumidores e produtores, reflitam sobre qual o seu real papel no desenvolvimento da moda nacional.

Após refletir, tomem atitudes para que a mudança comece, plantem sua semente para que a situação se inverta e que a industria seja fortalecida e a criatividade exportada.

Por que não conseguimos construir marcas fortes e ter presença internacional de fato? Será que a disseminação da cultura de moda no país só está servindo para alimentar o consumo (e aí tanto faz a origem dos produtos)? O fato é que o tão falado “sucesso da moda brasileira” não se traduz em números, e muito pouco em prestígio. Os criadores nacionais estabelecidos, que basicamente construíram suas imagens de marca nas semanas de moda de SP e Rio, nos últimos quinze anos, não conseguiram decolar comercialmente no mercado global, e, muito frequentemente, nem no mercado interno. As marcas de sucesso nas ruas são outras. As exceções, isto é, os “cases de sucesso” nos seminários de marketing de moda, são sempre aqueles dois ou três…   

Dario Caldas

Esse trecho é do texto A moda e o manto de Penélope , recomendo a leitura compelta do texto.

Como esse é um assunto que sempre me interessou muito, comentei um pouco sobre o mito de que a moda brasileira possui identidade e representação no mercado internacional.

Um mito muito recorrente pode ser exemplificado com a seguinte frase, “o Brasil está na moda e a moda brasileira está no centro da moda mundial.” (LEAL, 2002, p. 172) e a frase se completa em outro trecho que diz: “o Brasil tem hoje sua marca consolidada no mundo fashion”. Na prática sabemos que isso não acontece, sabemos que a moda brasileira tem potencial, mas que é vista apenas como seguidora de tendência, que dentro do calendário mundial, não tem a mesma força que os outros países (Paris, Milão, Nova York, Londres).

No mesmo livro que fala que “a moda brasileira está no centro da moda mundial”, diz que um estudo de mercado que aponta as expectativas de consumidores externos sobre os produtos brasileiros esperam ver “uma moda associada ao estilo de ser e viver” (p. 173). É isso o que vemos? Quando analisamos de fato os desfiles pouco vemos sobre o estilo de ser e viver do brasileiro. Além de fortalecer a indústria, fortalecer o mercado para as exportações, precisamos fortalecer a idéia de criar algo realmente novo e brasileiro.

OLIVEIRA, Amanda Aparecida. Em busca da brasilidade: visões apoiadas no ensino de moda, desfiles nacionais e cultura de massa.[Orientadores: Raquel Valente e Wagner Volpe]. 2010. São Paulo, Faculdade Santa Marcelina.
 
Imagem do livro A moda como ela é
Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. 09/05/2011 5:37 pm

    Essa é realmente uma discussão longa e complicada, é difícil chegar a uma conclusão. O fato é que mesmo que existam criadores como Lino Villaventura e Ronaldo Fraga, que vejo como criadores de uma moda essencialmente brasileira, o mercado externo está em busca sempre dos Herchcovitchs da vida que, querendo ou não, faz uma moda mais universal e acaba atingindo o exterior.
    Na minha humilde visão acredito que o problema não esteja nos criadores da moda brasileira ou mesmo no mercado exterior, o problema está na capacidade dos brasileiros de dar valor ao que vem do Brasil, já percebeu que só fazem sucesso os artistas e estilistas que vão para o exterior?
    A reflexão sempre é mais interna que externa. E nesse caso, principalmente, o que deve mudar é a visão do brasileiro de que tudo que vem de fora é melhor.

    • 09/05/2011 5:48 pm

      Concordo com vc tbm… é essa ideia enraizada na cabeça do Brasileiro que só o que vem de fora ou é reconhecido la fora, é bom! Voê me fez pensar por outro lado também, defendo muito estilistas que valorizam as tecnicas brasileiras e regionais, mas os consumidores precisam também mudar sua forma de pensar… vou refletir mais sobre isso…

      Uma parte da conclusão da minha monografia, continha o seguinte trecho “É chegado o momento de nos orgulharmos de quem somos e até onde chegamos, é hora de parar de dar mais importância para o que vem de fora do que para o que temos aqui.” Escrevi isso pensando nos criadores de moda, mas serve perfeitamente para os consumidores!

      • 09/05/2011 5:56 pm

        Isso, até porque conseguimos encontrar criadores que dão um valor imenso para o país, mas é difícil conciliar isso com um mercado que só quer o de fora.
        A começar pelos blogs…o The Big Fashion Theory está cheio de informações do exterior, apesar de ter falado do Dragão Fashion, mas a coisa mais difícil é encontrar notícias interessantes nos sites brasileiros para que possam ser discutidas, entende? Os eventos não são divulgados, os designers não são reconhecidos. Esse é o verdadeiro problema.
        Até eu fiz uma reflexão agora, hauhauhauhaua, podíamos começar a divulgar esses talentos locais com mais frequência…que tal fazermos uma parceria sobre isso? Não custa tentar, né.

      • 10/05/2011 8:23 am

        eu apoio total a ideia… vamos sim… acho q por sermos um pais tão grande temos espaço para o ‘globalizado’ (alexnadre herchcovitch) e para o ‘regional’ (ronaldo fraga e outros) sem falar nas outras regiões, como o sul, q tem seu apelo forte no trico enfim.. cada região tem um produto diferente, que pode abastecer o mercado interno;… basta q os consumidores e os ditos formadores de opinião acordem para nossos produtos…

  2. 17/05/2011 1:09 pm

    p se pensar né?…o texto fala de uma idéia macro…eu como sou pequena como pulga nesse mundinho moda…só posso acrescentar q prefiro ainda fazer meu trabalho de formiguinha no ateliê e continuar tendo ideias…vou pagar o preço sem duvida…bjsss

Trackbacks

  1. Sobre criatividade na indústria de moda. « Blog da Amanda Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: